"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

TRÊS LAMENTOS DE UM SÁTIRO COMBATENTE

LAMENTO PRIMEIRO




Ágape eu ando para longe de ti.
Eros, não quero mais te encontrar!
Fileo me sustentas sem eu pedir,
por isso a ti, vou me devotar...

Ágape me engano, sobre sua procedência.
Eros me engana pelo afã de acertar!
Fileo, és plena minha consciência,
que nos teus braços eu posso descansar...


LAMENTO SEGUNDO



Venha metafísica me abraçar...
Oferecendo eternidade pela transcendência,
Resgatando-me da lenta decadência,
Apontando às portas que devo cobiçar.

Venham ídolos, ideais, idéias...
Cartas régias do além mundo!
Que na mente confusa se esconde no fundo,
Da doce imensidão celular das colméias.

LAMENTO TERCEIRO






Ora, pois não me atire os teus medos!
Nem mesmo os grilhões da tua consciência,
Atados ferrenhamente na inconsistência,
Das palavras tolas, escorrendo pelos dedos...

Não reinvente a si mesma, por hora,
Apenas contemple o meu ser dissolvido,
Pelo veneno arguto do mal-resolvido,
Pela sádica e cruel morte do agora.

(27/10/2005)

Um comentário:

  1. O fundo da "dôce imensidão celular das colméias". Pequeno em matéria, mas grande em sentido, gosto. Uma referência ao dôce da natureza, a musa dos românticos. Bastante simbólico e de profundidade interessante.
    Antonio Padilha

    ResponderExcluir

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.