"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

quinta-feira, 24 de julho de 2008

O TEMPO É O VARAL DE ALMAS


The Persistence of memory - 1931 - Salvador Dali

Ora mas não poderia d'outra forma ser,
A constante batalha sobre o tão sábio e maldito tempo,
Com suas formulações em fragmento,
Com idéias a se inverter.

Foste passado, é presente, serás futuro?
Com o signo da eternidade, ei-lo aí, batizado!
Mas o transporte desta carga do imaginado,
Não teria além da alma, seu porto seguro.

Notas de cunho etéreo:
E pelas ruas, acima das cabeças dos homens, os varais do tempo recolhem suas almas, presas aos "relógios-pregadores" que as levam trabalhosamente ao alto, para perto do Sol. Lá secarão e, ante o sereno da noite, hidratar-se-ão e viverão nos seus respectivos sonhos.

4 comentários:

  1. Que maravilhoso poema. Que percepção sobre o tempo e as almas..."...acima das cabeças dos homens,os varais do tempo recolhem suas almas..". Isso é duma sensibilidade impressionante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. ...o tempo, a alma. "O tempo não pára. A vida é tão rara!" E Dali está em mim, está em ti, está na eternidade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. E no quintal de Dali derrete os relógios no varal. Coisas de tempo...

    ResponderExcluir
  4. Expressividade, teu nome é Adriano Tardoque. Obrigada por me apresentar com tanta generosidade essa parte de você.

    ResponderExcluir

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.