"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

domingo, 30 de agosto de 2009

PARA UM JOVEM POETA


Rainer Maria Rilke

Ao poeta Renan Andrade Holanda

Subvertem
as formas.
Palavras,
arrebentações,
mortandade sutil
das regras.
Recordações
d'um trovador,
no homicídio
pleno
da normalidade.
Rapsódias urbanas,
memória,
coletivos.
Pescando
etéreos
temperos
verbais...
Transfiguração
curvilínea de sinais:
alma altiva,
formativa,
viva.

3 comentários:

  1. Querido Adriano, adorei este poema, que beleza! Adorei a junção entre "arrebentações" e "mortandade sutil das regras" e também "no homicídio pleno da normalidade". Gostei muito desta homenagem, que baita poema, sonoro e muito expressivo, um belo poema impressionista. Fico grato por ter a sua admiração e por ter despertado tão boas impressões em você com o meu trabalho. Saiba que eu também te admiro muito como poeta!
    Um forte abraço!!!

    Renan Andrade Holanda

    ResponderExcluir
  2. A poesia é a maneira que os desesperados expressão seus sentimentos.
    E os abençoados a compreensão que tem do mundo

    ResponderExcluir
  3. Ontem me perguntaram de onde tiro inspiração pra escrever. Respondi irônico, mas ficou claro pra mim a sinceridade escondida na brincadeira. Respondi rapidamente a pergunta escrevendo: do desespero. Obrigado pela lembrança, Adriano. Grande Abraço! Edu Lazaro

    ResponderExcluir

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.