"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

DA INFÂNCIA AO TERCEIRO DIA QUE ANTECEDE MEUS 35 ANOS


John Lennon: um dia após ter morrido, ele nasceu para mim, pelas ondas do rádio.


Costuro meu infinito, hoje, da infância ao terceiro dia que antecede aos meus 35 anos.

Tenho memórias infindáveis da minha adorável infância. Muitas vezes, meus dias de menino foram absolutamente vividos com o gosto dos lugares diferentes , não marcada por brinquedos ou coisas do gênero.  Eu viajava constantemente com meu pai, irmão, tios e primos, para pescarias e até eventos de caça (o que hoje, adulto, jamais faria: caçar). Quando não estava a beira de algum rio, represa ou lagoa, estava embrenhado em pequenas cabanas de galhos e folhas de árvore, vivenciando as emoções do contato com coisas da natureza que só via na tv.

Lembro-me inventivo, constantemente fuçando nas ferramentas do meu pai. Minha mãe sempre dizia que acabaria me machucando. Eu tinha a idéia de que se um dedo, a mão ou o braço todo fossem cortados, nasceriam outros no lugar, assim como observava acontecer com as lagartixas quando perdiam suas caldas.

Tive um amigo imaginário que era um Tubarão-Martelo. De onde nasceu? De uma enciclopédia chamada "Os Bichos" que meu pai montou com os fascículos que eram vendidos na banca de jornal que tinha na Estação Júlio Prestes, enfrente ao prédio do DOPS, bairro da Luz, em São Paulo. Todos os dias eu chegava da escola e mergulhava no oceano que era o quintal da minha casa, que tinha todo o chão, pintado de verde. Lá, eu nadava com o meu amigo, interpretado por uma vassoura de pelos. Vivíamos as aventuras, inspiradas no desenho do Pinóquio, não o da Disney, mas o de ma série que passava na tv.

Eu quis ser padre (Passaros Feridos - escapei!), bombeiro, piloto de helicóptero, astronauta, ator de tv/cinema (ganhar o Oscar!) e jogador de futebol (período este que já marcava o "adeus à inocência"). Coisas que toda criança normal gostaria de ser. Mas acima de tudo, queria ser Jacques Custeau, cuja profissão eu não sabia definir: aquilo para mim era um sonho. Até que assisti ao seriado Cosmos, do Carl Sagan: aquilo para mim era realidade.

Certo dia eu brincava com os bonecos de plástico da cavalaria do General Custler (parece incrível, mas é verdade!), no tapete da sala. Eram 14 horas, e o programa de rádio que minha mãe ouvia religiosamente, entrou no ar, sem música de fundo. O radialista, em tom de profundo pesar anuncia pelas ondas do rádio (acoplado em um enorme móvel de madeira, que ainda tinha uma vitrola a tira-colo - quebrada!): John Lennon, que havia recentemente completado 40 anos no dia 09 de outubro (o dia do meu aniversário!) foi assassinado por um fã, no dia 08 de dezembro de 1980. Começam então, as notas de Imagine. Fiquei paralisado. Difícil de entender isso, para uma criança de seis anos. Como um "fã" mata um ídolo? Eu que tanto queria ser o Jerry Lewis, o Elvis Presley, o Chacrinha. Desde então, somente uma personalidade ocupou minha mente: eu queria ser Lennon. Saber o que fez, o que viveu, quem amou, por que morreu. Li e ouvi tudo que encontrei. Confesso que inúmeros dos interesses que tenho hoje, se dão por conta disso. Sou Adriano. Obrigado John!

Um comentário:

  1. Boas lembranças compartilhadas. É sempre bom relembrar o passado e saber o que e quem nos inspirou e inspira até os dias de hoje.

    Feliz Aniversário Fio :).

    ps: recebeu o sms no dia?

    ResponderExcluir

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.