"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

sábado, 26 de dezembro de 2009

O VERBO, A CARNE E A LIBERDADE - AO AMIGO STEVE


Steve: verbo, carne e, acima de tudo, livre!

"Eis que o verbo se fez carne e a carne se diividiu em dois. As leis criaram paredes e sem si, os corpos limitaram-se. Na busca alimentada pela rebeldia , que na explosão do desejo, faz a carne sucumbir ao verbo da vontade.  Estive pensando. Liberdade é o auge. Estive livre, procurando liberdade. Vejo livre".

Dedicado ao querido amigo Steve Alcântara em 02/11/1997.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

A FORJA DAS MONTANHAS



A
Dor
Cresce,
Passa...
Tempo.
Curto,
Mas
Assim,
Ando
Vivendo.
Sinto
Esperar
Silênciosamente
Absolutamente
Ausente
Em
Fé.
Refém
Sem
Razão.

LEMBRANÇAS DO VENDAVAL


 Penso, o coração se engana,
estremece.
Sinto, o coração se inflama,
enaltece.
Matéria alguma o toca!
O prazer,
a reflexão,
a tranquilidade,
a euforia,
a lembrança,
o amor,
a dor:
fragmentos infindáveis do que me permite o som.
De clarificar
as coisas da minh'alma,
quero o dom!
Mostrar-te-nos o que sou
ou posso.
Viver-te-nos.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

ENGRENAGENS ORGÂNICAS

Gustave Klint - In Sea Serpents IV

De
quatro
Motivos
Ao menos
Que justifiquem,
Onde abunda e/o movimento
Impactante, retilíneo, biforme
Não arrebatam o
Concupiscente
Delirante e
Sedento
Eu?

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.