"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

quinta-feira, 15 de julho de 2010

AO BAILADO PARADO DA DAMA DO LAGO

 
Ao cruzar a ponte do desejo perdido,
Na dança de gesto inebriado,
Defrontaste a árvore do fogo esquecido,
E saudaste as pétalas do espírito ardido.


Rodaste, rodaste, o bailado pagão,
Das regras sem regras, o corpo, então,
Serpenteia as ondas, acima do chão,
Avivando outros olhos, em elevação.

Foto: Adriano C. Tardoque

4 comentários:

  1. Esse dia foi um dos mais belos que ja passamos, lindo lugar, tu como ótima companhia, minha amada lado, muito bem imortalizado.

    ResponderExcluir
  2. LINDO!! já pude ver uma historia toda com base na sua poesia....

    ResponderExcluir
  3. Que sublime momento passamos os três... saboreando com os olhos e o paladar o paraiso que nos cercava. Deliciosa sensação de plenitude, magnificamente retratada em sua foto!

    ResponderExcluir

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.