"Mesmo que os meus versos nunca sejam impressos, Eles lá terão sua beleza, se forem belos." (FERNANDO PESSOA)

SEBO ARILOQUE

SEBO ARILOQUE
Encontre aqui seu livro!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

UMA VISITA E A PERFEITA IGUARIA


Bateu
em minha porta,
Apresentando-se:
"Sou Amor!"
E logo e desesperadamente
Convidei, "Entra e senta...
...Mas não repara na bagunça,
Nem na palidez daquela que,
No chão jaz,
Morta!"
"Amor", eu disse,
"Toma o copo, não se assuste,
Beba e coma de todas as coisas
Que encontrares com sua
Fome...
... Mas não se deixe abater
Por aquela que,
No chão,
Jaz
Sem nome!"
"Você!", disse o Amor:
"Junta ela nos teus braços,
prepara-a cozida em fogo brando...
... Tempere-a e come com prazer.
Pois aquela que
No chão,
Morta e sem nome, jazia
É a Paixão, a mais perfeita iguaria...
Que  dentro de ti, busca reviver!"

3 comentários:

  1. O sentimento nasce floresce, é um cancer que por mais que tente matar sempre tornará a crescer, florescer, atormentar e viver dentro de nosso ser.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, esse está lindíssimo, impecável, perfeito.
    Como faz bem ler o que vc escreve.

    ResponderExcluir
  3. O amor é uma delicia mas paixão nos move, não quero nunca encontrar a paixão morta. Um Beijo

    ResponderExcluir

Costuro o infinito sobre o peito.
E no entanto sou água fugidia e amarga.
E sou crível e antiga como aquilo que vês:
Pedras, frontões no Todo inamovível.
Terrena, me adivinho montanha algumas vezes.
Recente, inumana, inexprimível
Costuro o infinito sobre o peito
Como aqueles que amam.

Hilda Hilst

Postagens populares

LICENCIADO CC

Licença Creative Commons
PESCADOR DE PENSAMENTOS de Adriano C. Tardoque é licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 Unported.
Permissions beyond the scope of this license may be available at http://www.facebook.com/adriano.tardoque.